Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

NOTÍCIAS

Em Mato Grosso do Sul, ministro Dias Toffoli repudia assassinato do jornalista Léo Veras

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, condenou o assassinato do jornalista Léo Veras, que teria sido executado por pistoleiros ligados ao crime organizado. O delito foi cometido na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, região fronteiriça com Ponta Porã (MS). "É muito importante o trabalho coordenado das polícias para desmantelar organizações criminosas transnacionais e impedir que crimes como o que tirou a vida do jornalista Léo Veras não fiquem impunes e jamais se repitam", ressaltou o ministro. A declaração aconteceu em entrevista a um dos principais jornais de Mato Grosso do Sul. Ele destacou projetos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para ajudar no combate à criminalidade, como o Diálogos Polícias e Judiciário - uma pesquisa nacional para ouvir profissionais do sistema de segurança visando qualificar o debate sobre o tema. Além disso, o presidente da Corte também citou a criação do grupo de trabalho, presidido pelo ministro Alexandre de Moraes, que irá propor alterações legislativas, criar um banco de dados integrado de inteligência contra o crime organizado e garantir mais segurança para os magistrados que atuam na esfera criminal. "Não há dúvidas de que o combate ao crime organizado nas áreas de fronteira pressupõe essencialmente ações integradas e efetiva cooperação institucional entre o sistema de justiça, os órgãos de investigação e de segurança pública", pontuou Dias Toffoli. O presidente realiza visita institucional ao estado com o objetivo de promover o diálogo com os operadores do Direito e ampliar a integração do Poder Judiciário. Ele se encontrará com dirigentes dos órgãos do Poder Judiciário das áreas estadual, trabalhista, eleitoral e federal de Mato Grosso do Sul. Assessoria de Comunicação da Presidência  
14/02/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia